Artigos

Qual a diferença de massa magra e gordura corporal?

Você sabe qual a diferença de massa magra e gordura corporal? Muita gente não sabe e vive “brigando” com a balança. Por isso, a consulta é fundamental

Muita gente vive com “brigando” com a balança. As pessoas acreditam que, apenas aquele valor indicado quando a gente se pesa, é o suficiente para dizer se a saúde do corpo está realmente em dia. Por não entenderem qual a diferença de massa magra e gordura corporal, acreditam que o valor indicado possa estar realmente adequado, sendo que às vezes, não reflete a perda desejada e correta do peso.

Ou seja, a pessoa pode estar perdendo massa magra em vez de gordura corporal.

Vamos entender um pouco mais sobre a diferença de massa magra e gordura corporal?

O que é massa magra e gordura corporal?

A gordura corporal é aquela que adquirimos através da alimentação e dos nossos hábitos de vida.

Pode ser adquirida de forma boa, por meio da prática de exercícios físicos regulares, comida controlada e regulada, suplementação orientada pelo nutricionista, desintoxicação, ou também de forma ruim, em razão do sedentarismo, tabagismo, alimentação excessivamente calórica, dentre outras.

Já a massa magra é o peso dos nossos órgãos, pele, ossos, músculos e da quantidade de água presente no organismo.

Sabe-se, por exemplo, que a água está presente em até 60% no corpo masculino e 50% no feminino, sendo principal agente em processos metabólicos do corpo.

Há uma propensão muito grande, desta pessoa perder massa magra em grande quantidade, não absorver todos os nutrientes de que precisa.

Por isso o acompanhamento nutricional se faz importante, pois sozinho, como você vai saber se está realmente perdendo peso da forma ideal? Como saber se não está abrindo mão da massa errada em seu corpo?

“Mas dra. Rita, a gordura corporal não deve existir, então?”

Sim, ela deve existir, mas, sempre em equilíbrio com relação à massa magra.

Como saber se a gordura corporal está realmente diminuindo? Se está equilibrada?

Geralmente quando nos pesamos, é comum encontrarmos naquele valor um indicativo de algo pode ou não estar certo. Quando isso ocorre, o Índice de Massa Corpórea – IMC é um das fatores a ser levado em consideração, na hora de tentar entender o nosso peso.

No meu site, há um recurso disponível onde é possível fazer o cálculo do seu IMC e saber na hora, se há algo que pode estar errado. A confirmação, é claro, a gente consegue no consultório.

Se há um excesso, o(a) nutricionista detecta através dos exames, confirma e procede com o tratamento adequado. Isso, tanto em casos onde seja necessário perder peso, como ganhar massa muscular.

Outro bom termômetro, uma vez que o(a) paciente esteja tendo o acompanhamento de um profissional, é quando após uma readequação alimentar e de hábitos, percebe-se que as roupas que antes não entravam no corpo ou quando entravam estavam folgadas, agora, nos vestem de forma confortável.

Desta forma, não há risco do peso voltar a aumentar, visto que a massa gorda está realmente sendo eliminada, sem interferir na absorção de nutrientes que o corpo precisa.

Como manter o ritmo?

A mudança de hábitos é um processo. A associação de uma alimentação saudável, com comidas de verdade, com exercícios físicos, desintoxicações, pode levar a um novo hábito. Não basta apenas sair praticando esportes por conta própria, se mantivermos os hábitos ruins no dia a dia.

Por isso, o melhor hábito de todos é manter uma consulta regular no(a) seu(ua) nutricionista, a fim de garantir que tudo esteja sendo feito de forma correta. Faça os exames específicos, descubra suas carências e renove o seu cardápio visando uma alimentação muito mais rica e equilibrada.

O seu corpo, no futuro, vai lhe agradecer e você poderá desfrutar de muito mais saúde e longevidade.

Para realizar a consulta nutricional presencialmente ou on line, entre em contato nos telefones 11 2307-8992 ou (WhatsApp) 11 99228-8515. Vamos conversar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *