Artigos

Paciente bariátrico precisa seguir orientações nutricionais

Para que a cirurgia bariátrica tenha sucesso e o paciente não sofra complicações em sua recuperação, é muito importante seguir as orientações nutricionais

A cirurgia bariátrica também chamada de gastroplastia ou ainda, cirurgia de redução de estômago, é uma operação no órgão que limita a quantidade de comida consumida, reduzindo o peso de pacientes que possuam o Índice de Massa Corpórea (IMC) bastante alto.

Trata-se de uma cirurgia que exige por parte do paciente, uma mudança bem drástica em seus hábitos alimentares, bem como cuidados em cada fase após a cirurgia e portanto, a presença de um profissional de nutrição é indispensável para que o paciente se recupere rapidamente readequando seus hábitos alimentares.

Por que o paciente bariátrico precisa seguir a orientações nutricionais?

Porque cada fase depois da cirurgia, como por exemplo, a fase de reposição de nutrientes através de uma dieta líquida, deve ser respeitada, seguida à risca. Do contrário, não será possível restabelecer o paciente mais rapidamente da cirurgia e o mesmo ainda pode ter complicações de saúde.

Um dos maiores desafios é a necessidade de mastigar os alimentos nos primeiros 30 dias, período no qual a alimentação consiste em uma dieta líquida.

O sucesso efetivo da cirurgia dependerá principalmente do envolvimento e da dedicação do paciente ao longo de todas as etapas deste processo, uma vez que se não houver uma mudança real em seus hábitos alimentares, o problema da obesidade pode voltar.

Assim, contar com um acompanhamento multidisciplinar antes e depois da cirurgia é muito importante.

A cirurgia bariátrica não se trata de um “milagre”, mas sim, de um tratamento, no qual a pessoa precisa realmente mudar o seu estilo de vida.

Após um tempo, há uma mudança na dieta?

Após o paciente passar pelas etapas de evolução da dieta, praticamente todos os alimentos são permitidos ao seu consumo, contudo, nem sempre são recomendados. É o caso, por exemplo, de alimentos gordurosos e bebidas gaseificadas, além das bebidas alcoólicas, que não são recomendadas antes de o paciente completar pelo menos seis meses de cirurgia.

Isto porque, além de impactar no peso, o álcool é muito prejudicial para esses pacientes.

O acompanhamento nutricional antes e depois da cirurgia bariátrica

Uma vez que 40 a 50% das pessoas que precisam desse procedimento, apresentam deficiência de ferro antes de operar, seria interessante e muito importante cuidar do paciente bariátrico antes da cirurgia.

Neste quadro, 30 a 36% dos pacientes apresentam falta de zinco, outros 30% apresentam falta de tiamina e em média 40% possuem deficiência de vitamina B12.

O cálcio também está abaixo do limite em 20% dos casos. Isso ocorre porque o obeso não necessariamente come bem, ele come muita caloria – que também são chamadas “calorias vazias”.

Alguns pacientes pós cirurgia bariátrica apresentam:

  • Anemia, Deficiência de ferro, b12, zinco;
  • Osteoporose, por deficiência de cálcio e magnésio;
  • Flacidez muscular, por deficiência de proteína

O cuidado do paciente bariátrico deve ocorrer de forma multidisciplinar, a adesão dos pacientes a mudar de estilo de vida, reeducar suas escolhas alimentares é fundamental para a manutenção do peso, após sua perda.

Por isso, aproveite para agendar o seu acompanhamento nutricional e garantir que sua cirurgia tenha os resultados esperados. Deixe o seu corpo em dia, sem passar fome e sem correr o risco de complições.

Consulta nutricional presencialmente ou on line. Entre em contato nos telefones 11 2307-8992 ou (WhatsApp) 11 99228-8515. Vamos conversar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *